• Clínica de Odontologia Digital em São Paulo - Clínica Aggio

Odontologia digital: o que é e suas vantagens

  • Home
  • Blog
  • Odontologia digital: o que é e suas vantagens

Odontologia digital: o que é e suas vantagens

Odontologia digital: o que é e suas vantagens

Quando falamos em odontologia digital, estamos nos referindo ao uso de diversas tecnologias que, aplicadas aos tratamentos odontológicos, tornam os procedimentos mais seguros, eficazes, indolores e rápidos, além de mais acessíveis. Essa é uma tendência que veio para ficar.

A tecnologia está cada vez mais presente nos consultórios odontológicos e nos laboratórios de próteses. Além de facilitar a vida de dentistas e protéticos, a odontologia digital ainda melhora a experiência do paciente, pois reduz o desconforto durante os tratamentos dentários, além de reduzir o tempo de espera para concluir um procedimento.


Vantagens da odontologia digital

• Planejamento digital do sorriso com participação do paciente

• Impressão 3D

• Tratamentos mais rápidos

• Resultados mais eficazes

• Procedimentos menos invasivos

• Maior conforto durante os tratamentos

• Restaurações com mais precisão e adaptação nos dentes

• Não necessita de espaço físico para armazenamento de modelos

• Digitaliza arcadas sem a necessidade de moldagem

• Tratamentos em sessão única: finaliza a protese no mesmo dia.

• Conectividade digital com laboratórios nacionais e internacionais

• Tratamentos integrados para a maioria das especialidades odontológicas

• Facilita o diagnóstico, planejamento e realização dos tratamentos.


Odontologia digital na implantodontia: Cirurgia guiada de implante

A cirurgia guiada, é uma técnica inovadora que permite ao paciente se submeter a um tratamento com implante dentário de forma mais confortável.

Antes de se submeter ao procedimento, o dentista solicita exames tridimensionais de toda a arcada dentária do paciente ou da região que será operada, realiza escaneamento intra-oral e todos os exames necessários. Com o resultado dos exames em mãos, o profissional poderá planejar e confeccionar um guia cirúrgico com o auxílio de um programa de computador específico.

A posição e a inclinação de cada implante são planejadas de forma virtual e, por meio desse planejamento, é confeccionado um guia. Esse guia é posicionado na boca do paciente, indicando o local exato para ser colocado o implante.

Ao contrário da cirurgia convencional, a de implante guiado não necessita de corte nas gengivas, apenas que seja feita uma incisão no local em que será fixado o implante.

Como vimos as vantagens da era digital na odontologia, é possível realizar uma cirurgia com carga imediata, com coroa sobre implante fresada na hora para que o paciente já saia do consultório com o dente pronto, deixando-o assim mais confortável e seguro em público.

Uma vez que o implante está instalado, seu posicionamento é transferido para o ambiente virtual utilizando as técnicas protéticas do fluxo digital através do pilar de escaneamento, também conhecido como scanbody, scanpost, entre outras denominações.

Durante essa etapa, além da posição exata do implante, torna-se importante a transmissão da arquitetura gengival herdada do dente recém-extraído ou obtida através de cicatrizadores personalizados e restaurações provisórias. A reprodução do perfil de emergência supraimplantar, região de transição da plataforma do implante à margem gengival, é muito importante para a estética dental e do tecido mole peri-implantar .

Tal metodologia é restrita e específica para análise da reprodução dos perfis de emergência, mas outros aspectos ainda precisam ser mais estudados, como o uso dos pilares protéticos em ambiente digital, o desenho das restaurações protéticas em CAD, a impressão de modelos de trabalho precisos com posicionamento de análogos específicos, os processos de fresagem dos materiais, entre outros. Ou seja, temos ainda um terreno muito amplo para as próximas pesquisas no campo da Odontologia Digital.


Odontologia digital na prótese: facetas, lentes, coroas, coroas sobre implantes

A odontologia digital serve também para confecção de peças de restaurações dentárias como coroas totais e parciais, lentes, facetas, prótese sobre implante, entre outros. A primeira vantagem que podemos citar é o uso de um scanner intra-oral, no qual não existe mais a necessidade de moldagem manual, com a qual muitos pacientes se sentem desconfortáveis, sentem enjoo e náusea.

Outra desvantagem da moldagem é o tempo em que a prótese leva para ficar pronta, pois dessa forma o trabalho precisa ser enviado ao laboratório de prótese, onde o protético realiza o serviço com um prazo de no mínimo 7 dias para devolução, e isso acarreta em um numero maior de consultas e maior tempo de tratamento do paciente.

Com a tecnologia digital, depois que os dentes foram scaneados, as imagens são enviadas para o software correto, e a partir daí o projeto pode ser enviado ao protético de uma forma bem mais rápida para ser feito o desenho da peça no computador, ou pode até ser feito pelo cirurgião dentista. Dessa forma o paciente consegue sair com sua prótese pronta do consultório no mesmo dia em questão de algumas horas. Em um prazo médio de 2 horas(dependendo do caso clínico) o paciente sai da clinica com a prótese finalizada.


Odontologia digital na ortodontia: alinhadores e contenções


Odontologia digital

Fazer o molde da boca do paciente para confeccionar uma contenção é um processo bastante incômodo, principalmente quando ele precisa ser repetido. Nenhum paciente gosta de ter que passar por esse procedimento, e mais difícil ainda quando se trata de crianças, que por muitas vezes está tendo o seu primeiro contato com o profissional dentista e ambiente odontológico.

E como explicado anteriormente, com a odontologia digital, não há mais necessidade de moldagem, quando for de escolha o uso do scanner intraoral.

Desta forma, as documentações ortodônticas, os alinhadores, contenções, e moldes para aparelhos móveis podem ser feitos através do scanner digital, facilitando muito o trabalho dos cirurgiões dentistas e oferecendo maior conforto aos pacientes, inclusive quando se trata de crianças.


Odontologia digital na endodontia: endoguide

Endoguide nada mais é do que o acesso guiado ao sistema de canais do dente. Uma solução fantástica para resolução de casos complexos. Por meio de tomografia computadorizada, escaneamento digital, prototipagem, impressão 3D torna-se possível acessar canais calcificados com maior segurança e conforto.

Indicado em casos com calcificações severas, nos quais mesmo com microscópio e toda experiência do operador são difíceis de localizar e acessar, especialmente aquelas que ultrapassam o terço cervical, ou seja a porção inicial da raíz.

Excelente solução também para remoção de pinos dentro do canal do dente, especialmente pinos pré-fabricados, de forma segura e conservadora evitando desgastes desnecessários, desvios e até perfurações.


Odontologia digital na periodontia: cirurgias gengivais guiadas

Uma reabilitação estética de sucesso dos pacientes com excesso de exibição gengival e coroas clínicas curtas requer uma abordagem interdisciplinar e sintonia entre o periodontista e o protesista, pois devolver simetria gengival e harmonia ao sorriso é uma tarefa árdua e minuciosa. E claro que a periodontia não poderia ficar de fora dessa evolução de tecnologia do fluxo digital. Ela auxilia nos planejamentos de cirurgias de enxerto gengival, aumento de coroa clínica, recobrimento radicular, gengivoplastia.

Para diminuir o tempo cirúrgico, é confeccionado um guia, definindo a arquitetura e plano gengival, para estabelecer as referências para as incisões gengivais e simular o resultado. Para sua confecção, é realizado o scaneamento intraoral da maxila e mandibula e impressão 3D deste modelo de trabalho. No programa é feito a sobreposição dessas imagens, avaliação periodontal, uma mensuração da coroa clínica e da coroa anatômica do paciente.

Com essas medidas, em outro programa é feito o enceramento dos “novos dentes” não ultrapassando a Junção Cemento Esmalte (JCE), com esse enceramento é gerado um novo modelo que servirá para fazer o mockup. Mockup significa “modelo” ou “maquete”. É um ensaio que ajuda, tanto o dentista quanto o paciente, a planejar a melhor maneira de fazer um procedimento estético, como facetas e lentes de contato.

Com o auxílio deste mockup, o paciente conseguirá sentir e ver em sua boca como ficarão seus dentes. Tudo isso antes de confeccionar a peça final, e caso o paciente não goste, o projeto pode ser alterado sem maiores dificuldades no computador. O guia cirúrgico vem com duas medidas, sendo uma para cortar tecido mole no nível cervical do enceramento e a outra para osteotomia em áreas necessárias para remoção óssea.


Odontologia digital na radiologia e imaginologia em diagnósticos

A radiologia odontológica e imaginologia é a especialidade que, provavelmente, mais se relaciona com as demais disciplinas dentro da odontologia, sendo uma ferramenta essencial para diagnóstico, planejamento e acompanhamento no tratamento de doenças bucais. Como exemplos podemos citar as radiografias periapicais, panorâmicas, tomografia computadorizada, ressonância magnética, entre outros dentro de sua especificidade.

A Tomografia Computadorizada possibilita aquisição quase imediata da imagem sem etapa de processamento químico, com visualização de estruturas em três dimensões. O tratamento e processamento das imagens são feitas no computador, empregando técnicas que podem influenciar no resultado diagnóstico das imagens, possui espaço reduzido para armazenamento das imagens, além de facilitar no compartilhamento das mesmas.

Tomografia Computadorizada Cone Beam (CBCT), foi desenvolvida especialmente para a Odontologia, com melhor nitidez, limitação do feixe de raios X em forma de cone, menor tempo de varredura e menor dose de radiação, menos artefatos de movimentos de paciente, aparelho mais compacto, facilitando o paciente ficar em pé ou sentado, melhorando o conforto e a precisão nos resultados dos exames.

A tomografia Computadorizada Cone Beam, foi criada em 1998, e é um tipo de exame mais aperfeiçoado e direcionado à Odontologia, e com certeza com surgimento e avanço de novas tecnologias, estaremos sempre em evolução.

E com os avanços tecnológicos ocorridos nos últimos anos na odontologia, a radiografia não poderia ficar para trás. Hoje em dia temos a nova radiologia digital que contribui com melhorias na qualidade das imagens, na redução da dose de radiação, maior rapidez para se obter a imagem e até mesmo preservação do meio ambiente, pois a maneira ¨antiga¨ de radiografar, mas muito utilizada ainda hoje em dia, era necessário uso de reveladores e fixadores, películas de chumbo, que com o descarte incorreto danificavam nosso meio ambiente.

Essas tecnologias ajudam e muito no processo de diagnóstico, tratamento ou proservação de alguma doença bucal.

Por isso podemos afirmar que o fluxo digital veio para ficar, embora ainda se tenha muitas áreas para evoluir e se tornar mais acessível aos profissionais, já é uma realidade muito próxima, e será o futuro pois facilita muito o trabalho do dentista em qualquer especialidade odontológica, e garante maior segurança ao paciente quando ele vê o resultado antes mesmo do trabalho ser realizado, e ainda tem a possibilidade de ajustar detalhes juntamente com cirurgião dentista caso algum detalhe não fique como o esperado.


Texto escrito por Daniela Toreto, Técnica de Saúde Bucal, e estudante de odontologia.

Não deixe de acompanhar os novos conteúdos no site da Clínica Aggio, e marque a sua consulta caso seja necessário. Siga-nos também no  instagram.

© Copyright 2024. DIVIA Marketing Digital. Todos os Direitos Reservados

Agência de Marketing Digital
Clique para Ligar
Fale por WhatsApp
Ligue e Agende
Agende via WhatsApp