• Clínica de Odontologia Digital em São Paulo - Clínica Aggio

Periodontia

2
4
1
3
6
5

Periodontia

Periodontia, o que é?

 A periodontia é uma especialidade odontológica que se concentra no diagnóstico, tratamento e prevenção das doenças que afetam os tecidos de suporte dos dentes, conhecidos como periodonto. O periodonto é composto pelas gengivas, ligamentos periodontais, osso alveolar e cemento radicular.

A doença periodontal é uma condição inflamatória crônica que afeta esses tecidos de suporte dos dentes. Ela é causada principalmente pela placa bacteriana, uma película aderente e incolor composta por bactérias e resíduos alimentares que se acumulam nos dentes e na gengiva.

Se não for tratada, a doença periodontal pode levar à perda dos dentes, além de ter sido associada a problemas de saúde sistêmica, como doenças cardíacas, diabetes e complicações na gravidez. Portanto, a periodontia desempenha um papel crucial na manutenção da saúde bucal e geral.

O tratamento periodontal pode envolver a remoção da placa bacteriana e do tártaro, a realização de limpezas profundas (chamadas de raspagem e alisamento radicular) e a realização de cirurgias periodontais, quando necessário.

Além disso, os periodontistas também oferecem orientação e educação ao paciente sobre a importância da higiene bucal adequada e da manutenção regular do tratamento para prevenir a recorrência da doença periodontal.



Periodontia

Periodontia

O que faz um periodontista?

Um periodontista é um dentista especializado no diagnóstico, prevenção e tratamento das doenças periodontais. A periodontia é uma área da odontologia que se concentra na saúde das gengivas e das estruturas de suporte dos dentes, incluindo os ossos alveolares e os ligamentos periodontais.

A principal condição tratada por um periodontista é a periodontite, que é uma forma avançada de doença gengival. Essa doença afeta os tecidos moles e duros ao redor dos dentes, resultando em inflamação, sangramento gengival, recessão gengival, formação de bolsas periodontais e, eventualmente, perda óssea e perda dos dentes.


O trabalho de um periodontista envolve:

1. Diagnóstico: O periodontista realiza exames clínicos e radiográficos para avaliar a saúde periodontal do paciente, detectar doenças gengivais e determinar a extensão do dano aos tecidos de suporte.

2. Tratamento não cirúrgico: Isso pode incluir limpeza profissional, raspagem e alisamento radicular para remover a placa bacteriana e o tártaro das superfícies dos dentes e raízes. Também podem ser prescritos medicamentos para controlar a infecção e promover a cicatrização.

3. Cirurgia periodontal: Em casos avançados de doença periodontal, o periodontista pode realizar cirurgias para tratar as áreas afetadas. Isso pode envolver a remoção de tecido infectado, enxertos ósseos para regeneração de osso perdido e cirurgias de retalho para acessar as raízes dos dentes e limpar as bolsas periodontais.

4. Implantes dentários: O periodontista também pode ser responsável pela colocação de implantes dentários, que são estruturas de titânio que substituem as raízes dos dentes perdidos. Os implantes dentários fornecem uma base estável para a colocação de próteses dentárias, como coroas e dentaduras. Além disso, os periodontistas podem realizar procedimentos estéticos para melhorar a aparência das gengivas, como a correção de sorriso gengival, em que o excesso de tecido gengival é removido para expor mais os dentes.

É importante destacar que um periodontista trabalha em colaboração com outros profissionais da odontologia, como dentistas gerais e ortodontistas, para fornecer cuidados dentários abrangentes aos pacientes.


Tipos de tratamentos periodontais:

Existem vários tipos de tratamentos periodontais que podem ser realizados para tratar problemas relacionados às gengivas e estruturas de suporte dos dentes. Alguns dos tratamentos periodontais mais comuns são:

1. Limpeza profissional: Também conhecida como raspagem e alisamento radicular, é o procedimento inicial para tratar a doença periodontal. Envolve a remoção de tártaro e placa bacteriana das superfícies dos dentes e das raízes expostas, abaixo da linha da gengiva.

2. Cirurgia periodontal: Em casos mais avançados de doença periodontal, pode ser necessária uma cirurgia para tratar os danos às estruturas de suporte dos dentes. Existem diferentes tipos de cirurgias periodontais, incluindo cirurgia de retalho, enxertos ósseos e enxertos de tecido gengival.

3. Gengivectomia/gengivoplastia: Esses procedimentos cirúrgicos são realizados para remodelar alinha da gengiva. A gengivectomia envolve a remoção cirúrgica do tecido gengival excessivo, enquanto a gengivoplastia visa remodelar a gengiva para melhorar sua aparência estética.

4. Terapia com laser: O uso de lasers de baixa potência pode ajudar no tratamento de doenças periodontais. O laser é usado para remover tecido infectado ou inflamado e estimular a regeneração tecido gengival.

5. Terapia antimicrobiana: Antibióticos ou agentes antimicrobianos podem ser prescritos para combateras bactérias responsáveis pela doença periodontal. Eles podem ser administrados em forma de comprimidos, enxaguatórios bucais ou aplicados diretamente nos bolsos periodontais.

6. Implantes dentários: Em casos de perda dentária devido à doença periodontal, implantes dentários podem ser recomendados. Esses implantes substituem as raízes dos dentes perdidos e fornecem suporte para próteses dentárias.

É importante ressaltar que o tratamento periodontal varia de acordo com a gravidade da doença e as necessidades específicas de cada paciente. É fundamental consultar um periodontista ou dentista para uma avaliação e discussão dos melhores tratamentos para cada caso.

Quando é necessário fazer o tratamento periodontal?

O tratamento periodontal é necessário quando uma pessoa desenvolve doença periodontal, que é uma infecção bacteriana crônica que afeta as estruturas de suporte dos dentes, incluindo as gengivas, o osso alveolar e os ligamentos periodontais. É importante buscar tratamento periodontal se houver sinais ou sintomas de doença periodontal, tais como:

1. Gengivas inflamadas, avermelhadas ou inchadas.

2. Sangramento das gengivas durante a escovação ou uso do fio dental.

3. Mau hálito persistente.

4. Gosto ruim na boca.

5. Retração gengival, onde as gengivas se afastam dos dentes, expondo as raízes.

6. Sensibilidade nos dentes devido à exposição da raiz.

7. Dentes que parecem mais longos devido à retração gengival.

8. Mobilidade dos dentes. Se você apresentar algum desses sintomas, é recomendado que você consulte um dentista ou um periodontista, que é um especialista em doenças periodontais. O profissional irá avaliar a condição das suas gengivas, realizar exames radiográficos para verificar a perda óssea e determinar o melhor plano de tratamento para o seu caso específico. O tratamento periodontal pode envolver a remoção das placas bacterianas e tártaro das superfícies dos dentes (chamado de raspagem e alisamento radicular), a prescrição de medicamentos antibióticos, a realização de cirurgias periodontais ou outros procedimentos, dependendo da gravidade da doença. O tratamento é essencial para controlar a infecção, preservar a saúde bucal e evitar a perda dos dentes afetados pela doença periodontal.

O que é plástica gengival?

A plástica gengival, também conhecida como cirurgia gengival estética, é um procedimento odontológico realizado para corrigir problemas estéticos relacionados às gengivas. Ela visa melhorar a aparência e a proporção das gengivas em relação aos dentes, criando uma harmonia estética no sorriso.

Existem diferentes razões pelas quais alguém pode optar por fazer uma plástica gengival. Alguns dos problemas mais comuns que podem ser corrigidos com esse procedimento incluem:

1. Sorriso gengival: Quando uma quantidade excessiva de gengiva é exposta ao sorrir, pode causar uma aparência desproporcional ou "gengival". A plástica gengival pode reduzir o tamanho da exposição da gengiva, revelando mais os dentes e criando um sorriso mais equilibrado.

2. Linha do sorriso assimétrica: A linha da gengiva ao redor dos dentes pode ser irregular ou assimétrica, o que pode afetar a aparência estética do sorriso. A plástica gengival pode ajustar a altura e o contorno das gengivas para criar uma linha do sorriso mais simétrica.

3. Retração gengival: A retração gengival ocorre quando as gengivas se recuam, expondo as raízes dos dentes. Isso pode causar sensibilidade dentária e uma aparência indesejada. Aplástica gengival pode ajudar a cobrir as raízes expostas, melhorando a estética e protegendo os dentes sensíveis.

4. Correção de sorriso invertido: Em alguns casos, o sorriso pode parecer "invertido" devido a um excesso de gengiva na região dos dentes anteriores. A plástica gengival pode corrigir esse problema, deixando o sorriso com uma aparência mais natural.

O procedimento de plástica gengival é realizado por um periodontista ou por um dentista especializado em estética dental. Existem diferentes técnicas disponíveis, dependendo do problema específico a ser corrigido. Antes de realizar qualquer procedimento, é importante agendar uma consulta com um profissional qualificado para discutir suas preocupações e opções de tratamento.


Clínica Aggio - Clínica Odontológica Digital em Moema

Buscando serviços de qualidade e segurança para seus dentes?

Na Clínica Aggio você garante o melhor para o seu sorriso.

Agendar Consulta

© Copyright 2024. DIVIA Marketing Digital. Todos os Direitos Reservados

Agência de Marketing Digital
Ligue e Agende
Agende via WhatsApp